Limpar Ténis Brancos

restaurar ténis brancos limpar pele

Andei a guardar este post para a Primavera, que é quando gosto de tirar os meus ténis da sapateira e dar-lhes o merecido uso. Agora, ainda o publico com mais gosto porque creio que está na altura de repensarmos os nossos hábitos de consumo: avizinha-se uma crise como nunca antes se viu e também já percebemos que não podemos continuar a alimentar a indústria como fazíamos até há pouco tempo. Pelo bem do planeta e das pessoas que nele habitam!

Sempre tive algum cuidado na manutenção dos meus pertences: prefiro que sejam poucos, mas bons e faço por preservá-los. Faço-o, em boa parte, por exemplo. Cresci rodeada por pessoas que me ensinaram a ser assim, pelo que até tenho algumas peças com muitas décadas em cima. Dos pais, tias, primas, avós, bisavós…

Há uns anos, comprei uns ténis brancos. Uns Adidas Stan Smith, modelito básico que quase toda a gente calça. Gosto do sentido de comunidade que este par em específico transmite: todos o calçamos, fica bem com toda a roupa e é transversal a qualquer classe social. Trata-se de calçado acessível, de boa qualidade e confortável. Com os devidos cuidados, pode durar uma eternidade.

Pessoalmente, gosto de usar calçado limpinho. O que calçamos diz muito de nós, dos nossos hábitos e do rumo que damos à nossa vida. Já se sabe que os ténis brancos de pele se sujam com relativa facilidade e ao fim de algum tempo acusam algumas mazelas – nada do outro mundo e embora o aspecto seja feio, há como recuperar. Vejam como faço com o meu par.

1. Retirar os atacadores

Esta parte é fácil, é só retirar os atacadores e aproveitar uma máquina de roupa branca para os lavar também. Saem intactos e ficam como novos.

2. Limpar com detergente Cif Amarelo

É, convém ser este detergente. Não sei se corre bem com outros, e sei que os do mesmo género de marca branca são uma bodega. O Cif Amarelo é um clássico, com o devido mérito. Tem a textura correcta e limpa como nenhum outro. Espalhem-no pelos ténis com um pano de microfibra. Por todo o exterior, couro e sola. Ajudem com uma escova de dentes velha na borracha da sola. Vão notar uma grande diferença, já.

3. Lavar com detergente oxi

Passada a fase do Cif, escolham o vosso detergente oxi em gel favorito e dêem uma esfrega em toda a superfície dos ténis, incluindo no interior. Deixem uma horita de molho e enxaguem. À mão, sim? Com amor e carinho para não estragar.

4. Recuperar o couro branco

Esta é a parte em que os vossos ténis ganham uma nova vida: podem utilizar uma tinta de couro branca ou, então, graxa. Em pasta/pomada é melhor, mas se for graxa líquida com esponja também serve – foi esta última que utilizei e o truque foi aplicar uma camada fina de cada vez, esperar que secasse e aplicar outra camada, até o resultado ser o pretendido. Parece milagre!

5. Spray Cockpit

Para terminar, gosto de dar uma “enceradela” aos ténis, para que fiquem brilhantes, como novos e mais resistentes a salpicos e sujidade. Os sprays de cera de abelha/Cockpit utilizados nos estofos e tabliers dos carros são perfeitos para esta função: é pulverizar, esperar que seque e passar uma microfibra seca. Et voilá!

É assim que recupero os meus ténis brancos de pele. Com os cuidados certos, podemos prolongar a vida das peças que utilizamos no dia-a-dia, em vez de as descartar à partida só porque parecem irremediavelmente feias.

Um dia destes, ainda vou partilhar convosco outra dica preciosa de recuperação de calçado. Pista: tem a ver com o calçado para a chuva.

limpar ténis sapatilhas brancos adidas shoelução


Related Posts

Hunter Esbranquiçadas – Como Resolver

Hunter Esbranquiçadas – Como Resolver

Pela altura da Páscoa, adquiri umas galochas Hunter glossy pretas, lindas. São caras, eu sei, mas mesmo assim decidi que precisava de ter umas dado que as galochas pretas que tinha estavam a meter água. Galochas inúteis! Pensei que era preferível ponderar um investimento superior […]

Ténis – Sim ou Sopas?

Ténis – Sim ou Sopas?

De repente, parece que um dos meus maiores pesadelos se tornou realidade: anda tudo a sair à rua de roupa “normal”, compostinha, vá, mas estraga-se tudo quando os meus olhos se fixam nos pés das donzelas. Porquê? Porquê? Que raio deu na veneta das pessoas […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.